domingo, 2 de março de 2014

Confession



Me deixem com meus sonhos tolos
onde não há realmente uma vaidade para obtê-los
mas o simples fato de querer realiza-los

Você consegue entender  ?
Esta é uma promessa, a qual não pode ser quebrada
Mesmo que você queira me despedaçar
em mil cacos de vidro desta catedral 

Me chame de bobo
Mas deixe-me com meus sonhos tolos
Onde não há a avareza
Mas o sentimento que me faz amar

Guie me por esses obstáculos
Os quais temi e os quais me submeti
Temo pelo momento que não mais levantarei
E a partir dai, a ira poderá me consumir

Deixe-me Ouvir a bela melodia
Elas me fazem querer viver mais
E me esquecer de momentos de negligencia
Que me tornam fraco e incapaz

Oh! Por favor, escute minhas palavras
Tudo que quero é a oportunidade de te-las
Não anseio por desejos carnais
Nem mesmo o orgulho e arrogância ira de me afetar

Eu sou apenas um sonhador
com a gula de realizar meus sonhos bobos
pois sou um sonhador tolo
Mas que anseia por eles como mais ninguém
Oh!Padre, esta é minha confissão,
 Esta acabada, mas para onde irei de ir ? O céu ou o inferno?



Nenhum comentário:

Postar um comentário